Criada pela arquiteta Angélica Araújo, Oficina de Design inova com móveis próprios

Qualidade, design e inovação. Essas são algumas características que definem a proposta da loja Oficina de Design, criada pela arquiteta Angélica Araújo, em parceria com seu marido, o engenheiro Cláudio Araújo. A loja foi aberta em 1992 com o propósito de trazer para Belo Horizonte, móveis com design mais contemporâneo. “Como arquiteta, eu já fazia projetos de arquitetura e interiores e sentia muita falta de ter coisas de design mais contemporâneo em BH. Aqui tinha móveis muito tradicionais, em estilo inglês. Então eu abri a loja com o intuito de trazer mais opções”, revela Angélica.
No início, a loja vendia objetos dos irmãos Campana e do Marcelo Rosenbaum, entre outros. Porém, o detalhe fundamental para que a loja desse certo, foi que seus móveis foram desenhados por Angélica, o que chamou a atenção do público que a frequentava. Uma das cadeiras desenhadas especialmente para a loja, por exemplo, ao final de um ano, já havia vendido 400 unidades. “Foi impressionante, porque ao invés de vender só os objetos, passei a vender móveis. Virei uma loja de mobiliário porque desenhei os móveis para a loja”, conta a arquiteta.
Como Angélica também contava com seus clientes de arquitetura e design de interiores, ela teve a oportunidade de continuar desenhando móveis e os executando. “A gente nasceu com esse DNA de tentar fazer alguma coisa que tivesse a cara do cliente, que traduzisse bem o jeito da pessoa, de como ela queria o móvel para a casa dela, sem ser aquela coisa padronizada”.

Evolução

Como consequência natural do crescimento da loja, a empresa evoluiu, passando a possuir uma fábrica própria, de modo a executar seus móveis. Angélica lembra, entretanto, que a empresa cresceu sem perder de vista a ideia de que trabalha com móveis que possuem personalidade e que se diferenciam na casa do cliente. Além disso, há sempre o empenho em trazer novidades. “Temos muito cuidado em pesquisar novos acabamentos e tudo que há de novo que a gente possa oferecer, sempre trazendo essa proposta do novo para o cliente, mas sem cair na mesmice, sempre buscando inovação e design”.
Atualmente, a loja trabalha em parceria com profissionais da área de arquitetura e decoração, tanto executando, quanto criando para os clientes aquilo que eles desejam de diferencial para suas casas, de maneira que elas fiquem mais personalizadas e com mais design.

Projeto na Casa Cor MG/2016

A Oficina de Design esteve presente na Casa Cor MG/2016 com um projeto de bar preparado especialmente para o local. Segundo Angélica, a ideia era criar um bar que pudesse ter como diferencial a mistura de materiais entre metal e madeira. O conceito é de bar e balcão.
Na parte do bar, a proposta é de resgatar os móveis de bares antigos. Sua parte de baixo tem uma altura onde seria possível encaixar uma adega, frigobar ou cervejeira. O ambiente foi desenvolvido em dois módulos, visando a entrar em qualquer tipo de imóvel. No balcão, a intenção é que as pessoas possam tomar cerveja sentadas em um banco duplo. O tampo foi construído em dekton com estrutura metálica.
O ambiente recebeu ainda um aconchegante sofá, cuja proposta foi gerar o máximo de conforto e flexibilidade ao usuário. Seu conceito abrange a intenção de dar uma sensação de despojamento e de ser um lugar onde a pessoa possa se sentar para assistir a um filme, deitar-se e até mesmo dormir. Junto a ele, há uma mesinha que se encaixa na lateral ou entre seus módulos, que serve como apoio ou mesa lateral.
Os móveis expostos na Casa Cor MG/2016 são exemplos do estilo oferecido pela Oficina de Design.

Texto: Virgínia Loureiro

 

 

Casa Cor MG/2016